Arquivos Como vacinar - Frisa

Veja como vacinar os animais corretamente

1. Cuidados com a vacina
Frisa-cuidado-caixa-vacina-2

– Compre as vacinas somente em lojas cadastradas no IDAF.
– Verifique se as vacinas estão na temperatura correta: entre 2 °C e 8 °C.
– Para transportá-las, use uma caixa térmica com três partes de gelo para uma parte de vacina.
Não se esqueça de lacrar.
– Conserve a vacina na temperatura ideal para que ela não perca a capacidade de imunização.
– Nunca guarde vacina no congelador.

2. Higienização
Frisa-conservar-vacina

– A higiene e a limpeza são fundamentais para uma boa vacinação.
– Lave e esterilize a pistola de vacinação e as agulhas em água fervente antes de utilizá-las.
– Enxugue bem o material.
– Limpe a tábua do pescoço do animal onde será aplicada a vacina.
– Evite tocar com a mão suja no canhão da pistola de vacinação.

3. Hora de vacinar
Frisa-hora-da-vacina

– Mantenha a vacina no gelo até o momento da vacinação.
– Escolha a hora mais fresca do dia. Altas temperaturas provocam a ineficiência da vacina.
– Não vacine animais doentes.
– Faça a contenção dos animais para evitar acidentes.

4. Aplicação
Frisa-aplicacao-vacina

– 1º PASSO: Não utilize agulhas gastas, tortas, enferrujadas, com o bisel gasto ou inadequadas para o tipo de aplicação.

– 2º PASSO: Mantenha a seringa na caixa térmica durante a espera.

– 3º PASSO: Agite o frasco antes de carregar a seringa.

– 4º PASSO: A aplicação pode ser: INTRAMUSCULAR (no músculo).

– 5º PASSO: O local correto para aplicar é na TÁBUA DO PESCOÇO devidamente limpa.

– 6º PASSO: Aplique com calma. A vacina precisa se espalhar na musculatura do animal.

– 7º PASSO: Troque as agulhas a cada 10 animais vacinados.

– 8º PASSO: Respeite o prazo de carência conforme o estabelecido no rótulo do produto.

TODOS PERDEM COM A VACINAÇÃO INCORRETA

Ao detectar um abscesso purulento (tumor interno), o frigorífico, por seguir rígidas regras sanitárias, deve retirar e descartar a carne comprometida para garantir a qualidade dos produtos fornecidos aos consumidores.
Por isso, a vacinação inadequada provoca prejuízos a todos.
Os pecuaristas perdem, pois a rentabilidade dos animais abatidos diminui devido aos descartes que variam entre 1,5kg e 4 kg por animal que apresente o problema.

PROBLEMAS CAUSADOS PELA VACINAÇÃO INCORRETA

– Abscessos purulentos (tumores internos).
– Aumento da probabilidade de doenças contagiosas.
– Queda da rentabilidade no abate por causa do descarte de carne.