A acomodação dos animais no curral - Frisa

A acomodação dos animais no curral

A acomodação dos animais no curral deve ser realizada com muita calma, sem gritos e sem uso de ferrões, paus e bastão elétrico. Não coloque pressão excessiva nos animais para que entrem no curral, pois eles podem se machucar batendo nos palanques da porteira. Vá com calma! No caso de animais mais agitados, posicione um vaqueiro para controlar (“afinar”) o gado na passagem da porteira. Para animais menos reativos, acompanhe a movimentação dos animais sem colocar pressão excessiva para que entrem.

O curral é uma instalação destinada ao trabalho com os bovinos. Portanto, não deve ser usado para mantê-los presos por longo tempo. Currais superlotados aumentam os riscos de acidentes e causam maior dificuldade para o manejo. Para que o manejo ocorra com tranquilidade, trabalhe com pelo menos metade das áreas das divisões (mangas) dos currais livres.

 

Fonte: Boas Práticas de Manejo e Embarque. MAPA  – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.