Planejamento para o embarque - Frisa

Planejamento para o embarque

O planejamento e a organização para o embarque começam no escritório da fazenda, com a preparação dos documentos e verificação se estão corretamente preenchidos, principalmente as guias de trânsito animal (GTAs), notas fiscais do produtor (na qual deve constar a origem e o destino dos animais) e os documentos de identificação animal (que são os documentos, individuais para os animais destinados a abatedouros que exigem a rastreabilidade).

Se houver necessidade de algum outro documento, providencie com antecedência.

peao-nelore-Pecuarista-embarque-frisa

Defina quais animais serão embarcados, quando e onde o embarque será realizado e quem executará o serviço. Muitas vezes, os caminhões ficam parados por longo tempo e os animais permanecem sob o sol, sem água e sem alimento, à espera de documentos. Isso geralmente acontece antes de os caminhões saírem das fazendas ou em postos policiais ou fiscais. Certifique-se de que todos os documentos estão em ordem antes de iniciar o embarque.

Defina o manejo de embarque como prioridade. Evite marcá-lo no mesmo dia em que serão executadas outras atividades no curral, como a vacinação, por exemplo. Além disso, os manejos para o embarque não podem atrapalhar as outras atividades da propriedade. Faça um bom planejamento envolvendo toda a equipe de trabalho. Com isso os manejos serão realizados com eficiência e organização.

Não prolongue a jornada de trabalho para realizar o embarque. Quando os trabalhadores estão cansados há queda na qualidade dos serviços e maiores riscos de acidentes.

 

Fonte: Boas Práticas de Manejo e Embarque. MAPA  – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.